Palestrante DevCamp Juliane Vasconcelos e Hamilton Fausto

Juliane Vasconcelos e Hamilton Frausto
TOTVS e Mutant

Juliane foi a responsável pela estruturação da área de CX na TOTVS, onde atua em uma carteira de mais de 30mil clientes. Os frutos desta iniciativa se demonstram através dos resultados, que tem previsto uma redução de churn em mais de 2 p.p. em apenas 1 ano. Uma de suas iniciativas mais vencedoras foi a Plataforma Interna de Gestão de Carteira de Clientes: uma poderosa ferramenta de geração de insights, e sobretudo, capacidade de execução e compartilhamento em escala. Antes disso tudo, foi desenvolvedora em diferentes tamanhos e modelos de empresas, sempre trabalhando com foco no cliente, o colocando no centro das decisões de negócio, seja programando, seja desenhando as melhores estratégias.

Hamilton é Gerente de CX na Mutant. É profissional de MarTech com experiência em diferentes frentes de atuação, como: CX, Relacionamento, Digitalização E2E, CRM, Omnichannel, Growth e outras especialidades. Responsável por projetos de Transformação Digital, Agile Mindset, Criação de Squads, Estratégias Omnichannel, Mídia em Jogos, Ferramentas de Orquestração de Dados, Jornadas dos Clientes. Líder de times multifuncionais, apaixonado por inovações que possam melhorar a vida em sociedade.

Palestra: CX como agente de mudança e empoderamento do cliente

CX já é uma realidade. No Brasil, está crescendo rapidamente em virtude do comportamento do consumidor, que quer se relacionar e expressar suas experiências em vários tipos de canais, como redes sociais, órgãos reguladores, lojas de app e etc. Entender como realizar essa transformação exige diferentes áreas de conhecimento, gestão de conflitos, compreensão das necessidades dos usuários e tudo isso vinculado a entrega de resultados que fomentem negócios. É uma nova era para várias áreas e empresas, onde a tecnologia pode diferenciar o negócio e uma experiência encantadora se torna obrigatória. As pessoas não comparam mais mercados, e sim experiências que as marcas proporcionam. Até mesmo a mudança de indicadores, que antes não eram valorizados, e passam a compor o sucesso das empresas representam essa mudança.